Festival de Cinema traz periferias brasileiras para as telas da Caixa Cultural Rio de Janeiro

21/11/2017


As periferias chegam às telas do cinema. A 11ª edição do Festival Visões Periféricas tem mostras gratuitas de 28 de novembro a 3 de dezembro, na Caixa Cultural Rio de Janeiro, em exibições gratuitas. Em paralelo, nos dias 30 de novembro (quinta) e 1º de dezembro (sexta-feira), ocorrem o IV Encontro de Educadores Audiovisuais e o IV Deseducando o Olhar, na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Os dois encontros são realizados em parceria entre o Departamento de Cinema e a Imaginário Digital.

 

Este ano, 667 filmes de todo o Brasil foram inscritos para participar do Festival Visões Periféricas, que ocorrerá de 28 de novembro a 3 de dezembro de 2017 (terça a domingo), na CAIXA Cultural Rio de Janeiro. O evento é composto por quatro mostras competitivas e uma informativa. Todos os filmes foram produzidos a partir de janeiro de 2016, sem restrição quanto a gêneros.

Em paralelo, nos dias 30 de novembro (quinta) e 1º de dezembro (sexta-feira), ocorrem o IV Encontro de Educadores Audiovisuais/ IV Deseducando o Olhar, na Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

O conceito do Festival Visões Periféricas é incentivar projetos que promovam uma formação técnica e estética de indivíduos e coletivos nas periferias e ampliem o espectro de visões do público em geral sobre esses espaços a partir do olhar de quem vive o seu cotidiano. “O projeto pioneiro e atualmente único no país possui um papel importante no cenário nacional e local para o desenvolvimento estético e profissional de novas gerações de produtores e exibidores de audiovisual.”, afirma Marcio Blanco, diretor da Imaginário Digital e idealizador do evento.

Ao longo de seus dez anos ininterruptos, o Festival estimulou o surgimento, crescimento e conexão de projetos de produção e difusão audiovisual, contando com a participação de todos os estados do País. Mais de 1000 filmes foram exibidos e um público de mais de 15 mil pessoas já passou pelo festival desde sua primeira edição, em 2007.

O evento é realizado anualmente pela Imaginário Digital, associação cultural certificada como OSCIP, que atua na área de Educação e Novas Mídias.

Imaginário Digital é acelerada pelo Labora, laboratório de inovação social do Oi Futuro, e pelo Instituto Ekloos.

Este ano, o Festival conta com o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e da RioFilme, além do apoio da CAIXA Cultural Rio de Janeiro, da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Escola de Cinema Darcy Ribeiro.

 

Mostras gratuitas:

As exibições das mostras do Festival são gratuitas. Neste ano, o Visões Periféricas vai contar com as seguintes mostras competitivas: Visorama (filmes produzidos por alunos de oficinas, escolas livres e projetos de formação em audiovisual de todo o país); Fronteiras Imaginárias (filmes produzidos por realizadores independentes e coletivos de audiovisual de diferentes estados do Brasil); Cinema da Gema (panorama de filmes realizados por diretores cariocas e fluminenses); Tudojuntoemisturado (filmes de até 5 minutos exibidos e votados exclusivamente na internet). O festival também possui uma mostra informativa, a Panorâmica (filmes com duração de pelo menos 40 minutos).

 

Deseducando o olhar:

Além das mostras de filmes, o festival também conta com uma programação voltada para a educação. Durante os dias do evento, ocorrerá o IV Deseducando o Olhar e o IV Encontro de Educadores de audiovisual, compostos de debates e oficinas, que contam com a participação de realizadores, educadores, acadêmicos e profissionais do estado do Rio de Janeiro e de outras localidades que trabalhem na interface do audiovisual, educação e tecnologias. Os dois encontros são realizados em parceria entre a UFF e a Imaginário Digital.

 

PROGRAMAÇÃO

28 de novembro (terça-feira)

– Caixa Cultural (Cinema 2)

17h30 – Cerimônia de abertura
O Jogo – Clementino Junior,  RJ, 2017, 19 min
Diários de Classe – Maria  Carolina da Silva e Igor  Souza, BA, 2017, 72min

29 de novembro (quarta-feira)

– Caixa Cultural (Cinema 1)

17h00 às 20h00 – Workshop  Comunidade e Mobilização no YouTube: Desenvolvendo canais  de nicho e crescimento de  mercado

Ministrante: Diogo Nery

– Caixa Cultural (Cinema 2)
19h00 – Cinema da Gema** 1  71min (16 anos)
Juventude coletiva, de Beto Waite, RJ, 2016, 13min
Piano forte, de Anabela Roque,  RJ, 2016, 10min
Transbaixada, de Renan  Collier, RJ, 2016, 15min
Corpo estranho, de Vic  Esteves e Aranha, RJ, 2017,  25min
Gira, de Filipe Galvão, RJ,  2016, 8min

 

30 de novembro (quinta-feira)

Caixa Cultural (Cinema 1)

16h30 – Panorâmica* 1 (16  anos)

O silêncio da noite é que tem  sido testemunha das minhas  amarguras, de Petrônio de  Lorena, PE, 2016, 78min

 

18h30 – Mesa de abertura IV  Encontro

Audiovisual, campo emergente  na educação: novas telas,  novas formas de produção,  distribuição e fruição

Participação: João Alegria e  Eliany Salvatierra

 

Caixa Cultural (Cinema 2)

19h00 – Cinema da Gema** 2 59  min (Livre)

Copa dos refugiados, de  Luciano Pérez Fernandez, RJ,  2017, 13min

As pastoras, de Juliana  Chagas, RJ, 2016, 26min

Porto, maravilha pra quem?,  de Gabriela C. M. Oliveira,  Jaqueline S. Bastos e Luiz  Henrick Teixeira, RJ, 2017,  14min

Quijaua, Direção coletiva, RJ,  2016, 6min

 

01 de dezembro (sexta-feira)

Caixa Cultural (Cinema 1)

16h30 – Panorâmica* 2 (14  anos)

Som sem sentido, de Gabriela  Bervian ,RS, 2016, 52min

 

18h30 – Panorâmica* 3 (Livre)

O som do tempo, de Arthur  Moura, RJ, 2017, 100min

 

Caixa Cultural (Cinema 2)

15h – Visorama** 1 60 min (14  anos)

Chapeuzinho Verde na Mata  Atlântica, Coletivo LataDoida,  RJ, 2017, 13min

Estrelas do Cruzeiro, de  Felipe Codeço, RJ, 2017, 17min

Um rio que mora aqui, Filme  Coletivo, PR, 2016, 12min

Enquanto calam-me os agudos,  de Laís Perini, Laysa Elias e  Letícia Bina, SP, 2016, 18min

 

17h – Visorama** 2 79 min (16  anos)

Além de mim, de Gabriela  Billwiller e Laís Lorenço, RJ,  2017, 16min

Memórias da solidariedade:  Dona Terezinha, de Ana Paula  Pereira, Hannah Cavalcanti,  Bernardo Simbalista, Bia  Marques e Nico Silva, RJ,  2017, 17min

(Re)Ocupar, de Edmar A. da  Silva, Fernanda Bedaque,  Julio N. Campos, Leandro  Olímpio e Luiz C. Gama, SP,  2017, 17min

Não pense que sabe ser quem é,  Leila Xavier e Sandro  Demarco, RJ, 2016, 7min

Sarau da Onça – a poesia da  quebrada, Vinícius Eliziário,  BA, 2017, 22min

 

19h – Fronteiras Imaginárias**  1 57 min (Livre)

Real conquista, de Fabiana  Assis, GO, 2017, 14min

Regeneração, de Humberto  Carrão, RJ, 2016, 17min

Eu só quero é ser feliz – uma  breve história do funk  carioca, de André F. G. de  Souza, RJ, 2016, 26min

 

Memorial Getúlio Vargas

16h – Cinema da Gema** 1 71  min (16 anos)

18h – Filme convidado: Deixa  na Régua, de Emílio Domingos,  RJ, 73 min (14 anos)

 

02 de dezembro (sábado)

Caixa Cultural (Cinema 1)

16h30 – Panorâmica* 4 (Livre) A  princesa do beco e o lampião  cromado, de Kurt Shaw e Rita  de Cácia O. da Silva, PE,  2016, 87min

 

18h30 – Panorâmica* 5 (Livre)

Contagem regressiva, de Luis  Carlos de Alencar, RJ, 2016,  93min

 

Caixa Cultural (Cinema 2)

15h – Fronteiras Imaginárias**  2 62 min (12 anos)

Somaré, de Lana Lo Bianco, RJ,  2016, 23min

Terminal 3, de Marques Casara  e Thomaz Pedro, SP, 2017,  24min

Preto no branco, de Valter  Rege, SP, 2016, 15min

 

17h – Fronteiras Imaginárias**  3 61min (14 anos)

Close, de Rosane Gurgel, CE,  2016, 20min

Pele suja minha carne, de  Bruno Ribeiro, RJ, 2016, 15min

Tailor, de Calí dos Anjos, RJ,  2017, 9min

Maria, de Elen Linth e Riane  do Nascimento, AM, 2017, 17min

 

19h – Fronteiras Imaginárias**  4 70min (16 anos)

Poesia segunda pele, de  Pamela Ohnitram, Kathlenn  Ferreira e Isabella Tavares,  RJ, 2016, 14min

Rosália marginal, de Diego  Jesus, RJ, 2016, 11min

Rainha, de Sabrina Fidalgo,  RJ, 2016, 30min

Cabelo bom, de Swahili Vidal  e Claudia Alves, RJ, 2017,  15min

 

Memorial Getúlio Vargas

16h – Cinema da Gema** 2 59min (Livre)

18h – Filme convidado: Heróis,  Cavi Borges, RJ, 2017, 71  min (Livre)

 

03 de dezembro (domingo)

Caixa Cultural (Cinema 1)

14h – Panorâmica* 6 (Livre)

A noite dos tempos, de  Ricardo do Carmo, RJ, 2017,  60min

 

Caixa Cultural (Cinema 2)

16h – Cerimônia de  encerramento com exibição dos  vencedores (Livre)

Escolas em Luta, Eduardo  Consonni, Rodrigo T. Marques,  Tiago Tambelli, SP, 2017, 77  min

 

Mostra Informativa

** Mostra Competitiva

A programação está sujeita a alterações. Confira as atualizações no site www.visoesperifericas.org.br

 

Mostra Tudojuntoemisturado –  15 filmes da mostra  competitiva estão disponíveis  no site www.visoesperifericas.org.br para votação popular.  Acesse e vote no seu filme  preferido!

 

IV Encontro de Educadores  Audiovisuais e IV Deseducando  o Olhar

Local: Escola de Cinema Darcy  Ribeiro

O encontro tem por objetivo  fazer conhecer e promover o  intercâmbio entre as práticas  educativas e as reflexões  teóricas atuantes na  interface entre audiovisual,  educação e tecnologias. Serão  apresentados 32 trabalhos de  diversos estados. O evento é gratuito e aberto  ao público.

A programação também está  disponível no nosso site www.visoesperifericas.org.br

 

 

SERVIÇO:

 

Festival Visões Periféricas

Entrada franca

Local: CAIXA Cultural Rio de  Janeiro – Cinemas 1 e 2

Endereço: Av. Almirante  Barroso, 25, Centro (Metrô e  VLT: Estação Carioca)

Telefone: (21) 3980-3815

Data: de 28 de novembro a 3  de dezembro de 2017 (terça a  domingo)

Horários: Consultar  programação

Lotação: Cinema 1 – 78  lugares (mais 3 para  cadeirantes)/ Cinema 2 – 80  lugares (mais dois para  cadeirantes)

Classificação indicativa:  Consultar Programação

Acesso para pessoas com  deficiência

Patrocínio: Caixa Econômica  Federal e Governo Federal

 

Escola de Cinema Darcy Ribeiro

Rua da Alfândega, 5, Centro –  Rio de Janeiro, RJ | CEP:  20070 – 000

Tels.: (21) 2233 0224 | (21)  2516 3514

E-mail: secretaria@ecdr.org.br

 

Copyright 2018 - STI - Todos os direitos reservados