Sessão gratuita com filmes do cinema lésbico contemporâneo no CINE ARTE UFF

30/08/2017


Na próxima quinta-feira, dia 31 de agosto, a partir das 19 horas, o Cine Arte UFF terá uma sessão gratuita, dedicada a apresentar filmes com produção lésbica contemporânea. A mostra, que reunirá seis filmes selecionados pelo cineclube Quase Catálogo, faz parte das atividades que ocorrem, durante o mês de agosto, para celebrar o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, apesar de a data não ter sido ainda reconhecida oficialmente.

Dia Nacional da Visibilidade Lésbica – Em 29 de agosto de 1996, foi realizado no Rio de Janeiro o primeiro Seminário Nacional de Lésbicas (Senale), a partir de iniciativa do Coletivo de Lésbicas do Rio de Janeiro (COLERJ). A data do primeiro SENALE foi consagrada por ativistas lésbicas e bissexuais como o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, e apesar de não ser uma data reconhecida pelo calendário oficial das cidades do Rio de Janeiro e Niterói . Recentemente, um projeto de lei da vereadora Marielle Franco foi rejeitado pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro, por 19 votos a 17. Mesmo assim, diversos coletivos, grupos e instituições organizaram uma série de atividades durante o mês de agosto para celebrar a data.

Em Niterói, o cineclube Quase Catálogo, dedicado a mulheres na direção cinematográfica, participa da atividade com a sessão Visibilidade Lésbica. A escolha dos filmes curta-metragens foi feita a partir de uma convocatória para filmes de temática livre, dirigidos por mulheres lésbicas, uma vez que a produção audiovisual brasileira sobre vivências lésbicas ainda é bastante escassa. De quarenta filmes recebidos, as curadoras Érica Sarmet e Nina Tedesco chegaram em seis curtas-metragens que, entre documentários e filmes de ficção, abordam tópicos que vão desde a primeira paixão na adolescência a temas como gordofobia, intersexualidade, produção de arte na periferia e expectativas em torno de um futuro distópico no qual as minorias prevaleceriam. Após a exibição, haverá um debate com as diretoras e outras profissionais convidadas, onde serão discutidas questões como representatividade, mercado, racismo, lesbofobia e machismo no meio audiovisual.

O Cineclube Quase Catálogo – Fundado em maio de 2016, o cineclube Quase Catálogo presta uma homenagem à primeira grande pesquisa sobre realizadoras de cinema no Brasil. Sob a organização de Heloisa Buarque de Hollanda, o volume 1 da série “Quase Catálogo – Realizadoras de Cinema no Brasil (1930/1988)” relaciona 195 realizadoras brasileiras e 479 títulos. Salvo exceções, o livro reúne informações sobre filmes excluídos da História do cinema brasileiro e cineastas que, mesmo ainda vivas e em atividade, continuam às margens dos catálogos vigentes. O objetivo do cineclube é fazer um resgate da história do cinema brasileiro e mundial feito por mulheres, contribuir para o aumento da visibilidade e discussão sobre esses filmes e incentivar a formação de novas cineastas. Organizado pela professora de Fotografia do Departamento de Cinema e Audiovisual da UFF, Nina Tedesco, e a roteirista e pesquisadora de Comunicação Érica Sarmet, o Quase Catálogo realiza sessões mensais, às quintas-feiras, no Cine Arte UFF, em Niterói.

 

Cineclube Quase Catálogo: Cinema lésbico contemporâneo
DATA: 31/08/2017, às 19h
LOCAL: Cine Arte UFF (Rua Miguel de Frias, 09, Icaraí – Niterói/RJ)
PREÇO: Entrada gratuita
FILMES:

  • A arte de andar pelas ruas de Brasília (Rafaela Camelo, 2011, DF)
  • Arremate (Éthel Oliveira, 2017, RJ)
  • Fragmentos (Karen Antunes, Nyandra Fernandes, Viviane Laprovita, 2017, RJ)
  • Evidências (Tatiana Nascimento, 2014, DF)
  • Entre os ombros (Carolina Castilho, 2016, SP)
  • X-Manas (Clarissa Ribeiro, 2017, RJ)

Para mais informações: https://www.facebook.com/events/295803220891921/

 
 

Copyright 2018 - STI - Todos os direitos reservados