UFF cria Programa Integrado de Inclusão Digital e Apoio às Atividades Acadêmicas

26/06/2020


A Universidade Federal Fluminense (UFF) lançou o Programa Integrado de Acesso Digital e Apoio às Atividades Remotas. A iniciativa reúne um conjunto de medidas que têm o objetivo de promover ações de qualidade no ensino por meio da inclusão e acesso digital de estudantes em situação de vulnerabilidade. São três eixos: 1) Apoio à inclusão e acesso digital; 2) Apoio à formação; e 3) Apoio à implementação na graduação e pós-graduação. Editais de chamamento estão em fase de finalização e serão divulgados em breve. O programa atende à Resolução nº 156 e à Decisão nº 110 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPEx).

Entre as medidas práticas, estão previstos: edital emergencial para distribuição de bolsas de ação afirmativa, empréstimo de equipamentos, cursos de capacitação pedagógica, bolsas de monitoria de apoio para graduação e pós-graduação e portal de qualificação e treinamento. As ações serão realizadas emergencialmente, com desdobramentos de curto e médio prazos. A estimativa é contemplar potencialmente até 10 mil estudantes com diversos auxílios e bolsas do programa.

De acordo com o reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, a proposta visa oferecer as condições para preparar a comunidade acadêmica durante o processo de transição para as atividades acadêmicas emergenciais. “Estamos cuidando desse momento de forma responsável e integrada. O Programa Integrado de Acesso Digital e Apoio às Atividades Remotas envolve um esforço conjunto de diversas pró-reitorias que vão fomentar medidas de inclusão digital, apoio acadêmico na graduação e pós-graduação e capacitação dos docentes e técnicos-administrativos. Algumas ações já foram implementadas em caráter emergencial para atender os estudantes concluintes e estamos em fase final de preparação dos editais para expandir para toda a comunidade acadêmica”, afirmou.


INCLUSÃO DIGITAL

As ações de inclusão digital se desdobram em bolsas para contratação de pacotes de acesso à internet e empréstimo de equipamentos. Em caráter emergencial, a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Proaes) realizou um mapeamento de estudantes concluintes que se encaixam no perfil do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) para fornecer um auxílio emergencial de inclusão digital. A primeira parcela já foi paga e a Proaes entrou em contato com cotistas de renda para oferecer o auxílio. Os demais concluintes também receberão uma notificação para aderir ao programa. Para isso, será necessário preencher um formulário manifestando interesse e a autodeclaração de renda per capta familiar de até 1,5 salário mínimo.

Em paralelo, está em fase final o projeto para contemplar estudantes em situação de vulnerabilidade social com auxílio mensal para custeio do pacote de dados ou empréstimo de modem com pacote de dados. Na próxima terça-feira, a UFF deve publicar um edital para toda comunidade acadêmica que se encaixe nos critérios de renda. Os estudantes ingressantes também poderão manifestar interesse no programa por meio de um edital de cadastro de discentes com restrição de acesso à internet.


CAPACITAÇÃO E TREINAMENTO

As medidas de capacitação e treinamento do corpo docente possuem a finalidade de compartilhar boas práticas, metodologias de ensino e dicas de utilização das ferramentas disponíveis para ensino emergencial remoto. Nessa linha, haverá um edital de chamamento de professores e técnicos da UFF para compartilhamento de experiências e práticas em atividades remotas. A Escola de Governança em Gestão Pública (EGGP) está elaborando cursos de formação e capacitação com especialistas e o Programa de Inovação e Assessoria Curricular (PROIAC) ministra oficinas de capacitação docente e webinars sobre boas práticas de ensino.

A UFF organizará, ainda, cursos auto instrucionais de Google Classroom e Moodle; além de integrar o curso IFF de uso de ferramentas digitais. As iniciativas estão unificadas na página http://www.uff.br/digital para o compartilhamento de informações sobre educação e tecnologias digitais disponíveis à comunidade universitária.


APOIO DE MONITORIA

O edital de monitoria e de tutoria da graduação e pós-graduação será adaptado para apoiar as atividades de ensino emergencial. Prevê-se a distribuição de 400 bolsas para a graduação e 100 para a pós-graduação. O objetivo é providenciar auxílio tecnológico e de organização das atividades remotas.

Com este conjunto de ações, estamos, neste período excepcionalíssimo, enfrentando, de forma organizada, integrada e responsável, o enorme desafio de dar continuidade, com qualidade e inclusão, à nossa missão institucional de educar um grande contingente de estudantes, que é o que espera de nós a sociedade que nos financia.


Por Universidade Federal Fluminense

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados